quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Dacoli e dacolá, Andarilho

Um destaque de Rita Pimenta ao "Dacoli e Dacolá" em tempo de Palavras Andarilhas no Público 30/9/2014

“Moravam os dois fantasmas 'dos livros que ainda não foram lidos' lá num casarão perdido no meio da Vila. Era uma mansão parecida com "as casas dos Brasileiros", bem típicas lá de Aveiro." Assim começa "Os Dois Fantasmas", uma das sete histórias deste livro e a escolhida para ilustrar a capa.Dois irmãos gémeos morreram sem antes terem lido todos os livros da sua biblioteca, mas um rapaz de olhos grandes há-de dar-lhes a possibilidade de o fazer. A mansão deixará de ser assombrada e os manos conseguirão ler "os livros das suas infâncias".
Algumas das histórias de "Dacoli e Dacolá" são passadas em Portugal e com a geografia bem definida. Assim, o leitor andará por Canas de Senhorim, Aveiro, Fiais da Telha e ilha de São Miguel. Também percorrerá afectos, alegrias, receios e saudades, guiado por uma escrita clara e bastante próxima da oralidade.
 O livro é recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o 4.º ano do 1.º ciclo, destinado a leitura autónoma. Miguel Horta, além de artista plástico, desenvolve trabalho de promoção do livro e da leitura e de educação pela arte. Para pais e filhos "dacoli e dacolá".

Dacoli e Dacolá
Texto e ilustração | Miguel Horta
Edição | Grácio Editor

36 págs.

Sem comentários:

Enviar um comentário