segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Um curso especial

 As criaturas amigáveis da Ana Neves (ler texto)
Maria José Vitorino em ação
Ia para começar a discorrer sobre o último curso “Inclusão, escola, biblioteca- Mediação leitora, educação artística e necessidades educativas especiais” quando dei com a reflexão que a Maria Teresa Ferreira nos enviou. Quase que fica tudo dito nestas linhas… Na área da mediação leitora inclusiva não posso deixar de destacar a qualidade da partilha nos fóruns: o manancial de recursos apresentados, comentados e divulgados constituíram para mim uma verdadeira formação “entre pares” e suscitaram percursos reflexivos e o questionamento da minha prática, a da minha BE e, a montante, a da minha escola, relativamente às questões da inclusão e da diferença e dos impactes nas aprendizagens dos alunos. Saliento ainda a este nível o muito bom ambiente de trabalho entre os pares, facto nem sempre presente em ações de formação em que tenho participado nas quais a pouco sã competitividade se sobrepõe à aprendizagem e à partilha dos saberes. Não tenho memória de ter um grupo tão produtivo e participativo, basta olhar para os textos publicados na plataforma moodle do Centro de Formação António Sérgio para ver a grande variedade de contributos e o grau de profundidade das opiniões. Realmente, assistimos a um diálogo entre o ensino especial e as bibliotecas escolares. Recordo aqui uma partilha da Ana Neves (Professora de Ensino Especial) que nos trouxe o seu saquinho das emoções, contendo pequenos bonecos amigáveis que as crianças manipulam no momento de chegada à sala de ensino especial. Todos os bonequinhos têm nome, são atraentes e fofinhos, contribuindo para fazer desaparecer tensões enquanto se vai falando, ganhando a tranquilidade para receber as atividades propostas. Obrigado a todas! 

Sem comentários:

Enviar um comentário