quinta-feira, 9 de março de 2017

Bairro Leitor: Já sou casado!

De sussurrador na mão ao lado da Professora de História.
No próximo dia vamos sussurrar poesia...
As janelas estão todas decoradas...

Ora cá estou dando notícias do Projeto Bairro Leitor. Na sequência da anterior intervenção no dia dos namorados, esta semana, no dia 8 (dia da Mulher) levei a “Máquina da poesia” aos alunos da turma Pief. Já calculam a energia da sessão… Surpreender, fazer pensar e levar à descoberta – foram os objetivos simples que segredei para mim logo no início da sessão, enquanto lia o texto “As gajas são lixadas” de José Fanha – fez-se um silêncio enorme no final. “A maneira como você leu… nunca vi nada assim”. Disse um dos rapazes de semblante sério e surpreso. E fui, por ali fora com a proposta, ajudando a vencer resistências, com dinâmicas de corpo e dando a palavra aos jovens e mantendo a autoridade do mediador. As dificuldades são muitas e as estratégias de educação não formal conseguem chegar mais próximo dos alunos. E não é que aquelas fantásticas e difíceis criaturas escreveram! Algumas frases poéticas surpreenderam-me pela qualidade do conteúdo. Quando quis tirar uma fotografia do grupo, colocou-se logo a questão das autorizações. Dois jovens insistiram em ser fotografados. Um deles disse-me “que já era casado e que os pais não se ralavam com esses assuntos”. “Nós (ciganos) temos mais responsabilidades que “os outros” da nossa idade, a idade não conta. É esta a densidade humana que encontramos quando nos disponibilizamos a partilhar a leitura em meios abandonados e sem acesso a bens culturais. O trabalho continua… e a sala da escola vai-se compondo, ganhando corpo como biblioteca híbrida (comunitária), graças à teimosia dos parceiros do projeto e de duas professoras bibliotecárias visionárias. A inauguração oficial está prevista para o dia 26 de abril. Ainda mais uma surpresa agradável: a sessão foi acompanhada por um grupo de 5 docentes participativos que estiveram lado a lado dos alunos ajudando a vencer obstáculos...

2 comentários: