quarta-feira, 4 de outubro de 2017

"Dilfícil Leitura" : Os alunos tutores

Personagem para comunicação com crianças especiais em momentos fundamentais
.
Uma espécie de fantoche/mão
 Mais uma crónica de projeto em Biblioteca Escolar 
a acontecer no mês das Bibliotecas Escolares. 
Porque há Bibliotecas Escolares corajosas, 
que propõem ideias de inclusão e leitura, 
onde a maioria acha impossível
a presença dos livros.
Uma revolução que emerge lentamente
de um coletivo consciente, 
que deseja a escola pública ainda mais inclusiva.

Ontem foi um dia emocionante no projeto “Dilfícil leitura” que vou apresentar no FOLIO/Educa em conjunto com a comunidade educativa do Centro Escolar da Ventosa (Agrupamento de escolas de S. Gonçalo/Torres Vedras). A equipa que vem desenvolvendo a ideia, é composta por alunos com necessidades educativas especiais e por colegas das turmas de inclusão, auxiliares de educação, professores de ensino especial e a professora bibliotecária Joana Rodrigues. Emocionado, porque conheci uma mão cheia de crianças generosas e participativas que estão a dar sentido à palavras Inclusão. Ontem reunimos os alunos tutores, responsáveis pela leitura a par, com alguns colegas do ensino especial. Foi muito divertido! Explicámos a nossa ideia, contando o que temos feito. Experimentámos livros, partilhámos as “leituras dilfíceis” das anteriores sessões. Os tutores puderam folhear os livros e rindo-se muito de algumas brincadeiras de comunicação que mostrei, como os meus dedos falantes, intrigantes e luminosos  (personagens para comunicação)… Que bom é reconhecer o envolvimento das “assistentes operacionais”, que são quase família destes meninos e meninas, neste projeto que aos poucos vai fazendo o seu caminho.
Ler publicações anteriores:

5 comentários:

  1. Dedos falantes e tutores pacientes: nada poderia tornar mais fácil qualquer leitura difícil! De resto, "o caminho faz-se caminhando" e o projeto parece ter boas pernas para caminhar...

    ResponderEliminar
  2. Vamos construindo... Estou entusiasmado. Vou partilhando por aqui. Um beijo Manuela.

    ResponderEliminar
  3. Quando há um grupo que caminha no mesmo sentido e não vê a escola apenas como um meio para o cumprimento de Metas, certamente, o vosso projeto será um sucesso. Parabéns.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite Paula. Houve uma certa conjunção de astros e todo um trabalho feito anteriormente, no terreno, pela Biblioteca Municipal. Estou muito grato a toda a equipa do Centro Escolar que tem acolhido este laboratório e contente pelo apoio fiel da Rede de Bibliotecas Escolares. O resto é partilha pura...

      Eliminar