quinta-feira, 30 de março de 2017

Bairro leitor: a mediação leitora continua

A Biblioteca Híbrida do projeto Bairro Leitor vai multiplicando iniciativas. No dia Mundial da Poesia tivemos a presença de uma mediadora do livro e da leitura muito especial: Andreia Brites. Calculo que tenha sido trabalhoso lidar com os nossos leitores, mas tenho a certeza que no final compensou. Aguardamos mais uma vinda da Andreia ao Bairro do Casalinho da Ajuda… Desta vez, qual será o desafio? Também andei pelo mesmo agrupamento de escolas, mas na escola sede (Francisco Arruda) num encontro com jovens leitores. Apresentei o “Pinok e baleote”, muito bem trabalhado por professores e alunos e “disse” alguns poemas do “Rimas salgadas”. 
Respondi a uma saraivada de perguntas e respondi com outras tantas questões que fizeram pensar quem esteve na sessão. Também mostrei algumas ilustrações originais. Espero que tenham gostado…Reconheci algumas caras bonitas do Casalinho da Ajuda. Um dos miúdos disse, muito feliz: Temos um escritor no bairro e eu não sabia!… Gostei muito da biblioteca e da criatividade contagiante de Lurdes Caria (1), a professora bibliotecária.
(1) Lurdes Caria tem feito equipa com a Maria José Vitorino pondo de pé uma biblioteca que queremos venha a servir a comunidade escolar do Bairro do Casalinho da Ajuda.

2 comentários:

  1. A Mónica Cordeiro também faz parte da nossa equipa da biblioteca, que há-de ser do Biblioteca do Bairro (somos 3: Lurdes Caria, pelo Agrupamento de Escolas Francisco de Arruda, Mónica Cordeiro, pela Academia de Jovens do Casalinho, e Maria José Vitorino, pela Laredo Associação Cultural). E esperamos vir a ser mais!

    ResponderEliminar